terça-feira, 1 de junho de 2010

Olhos Fugazes

Teu Olhos eu não me deixo perder neles,
por mais que eu queira
ou melhor por mais que eu dê o primeiro passo
para a viagem bela que eles me mostram.
Porque nos vemos nesse ar diferente
com olhares e paredes de faca
ou estamos em passos curtos e rápidos
em meio a todo o contra-tempo que
não me deixou ao seu tempo.
Teus olhos eu os vejo como clarões,
como uma estrela cadente: Lindo, memorável
mas que em questão de segundos fogem dos meus olhos.

1 comentários:

Elis disse...

Ah! os olhos, os olhares. As janelas da alma.

*-*