sábado, 30 de maio de 2009

Essa longitude dupla está acabando comigo
eu não tenho mais o seu: pq?!
Não aparece mais as suas longas respostas,
nós já não temos as conversas de outrora.
Só nos vemos nos olhos entre fotografias
estamos de mudança e
você vai bem mais a frente
ja carregou toda a alegria
deixou eu ficar com a poesia
e a grande e triste saudade que não tinha.
Hoje me sinto pequena, em mim tudo me cabe
o pranto tá apertado e ele é a maior parte
às vezes não controlo e ele foge por cachoeiras
lacrimais e o que controlo sai por dentre
as digitais,
solitários sonetos, de alguém
que revive a cada dia
apesar do seu íntimo
estar um cinzento intenso.

1 comentários:

Elis. disse...

Se sentindo sozinha? Não precisa. Você sabe que sempre terá alguém por perto. É só abrir mais os olhos, e se possível, os braços.

:*