sábado, 17 de outubro de 2009

Meus Amigos

Alguns são raros nos reunimos
e brincamos de palhaço.
Alguns são Pittymaníacos
nos encontramos nos fim de semana
cantamos e bebemos de vinho a cana. [rsrs...]
Alguns são de bandas Locais à Nacionais
e um mesmo sonho de sempre mais.
Alguns estão ausentes mas
no pensamento lado a lado presentes.
Alguns são virtuais, ops!
ou melhor nossa amizade é por meio virtual
e no fundo tudo entre nós é real.
Alguns estão aqui agora

lendos as coisas que escrevo
reparam nas palavras que não me cabem no peito.
Eu amo vê-los mas amo ainda cada abraço

que deles recebo, cada um único,
e cada um com seu apego,
cada um que me deixa uma marca feliz,
me sinto muito bem quando
vejo que todos moram em mim.

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Breve!

O tempo vai me destruindo aos poucos
hoje reparei no tons laranja, meio rosado,
meio amarelado do sol se pondo
sobre meu telhado, logo foi caindo,
estrelas apareceram, nuvens vermelhas
da cor da minha ira de mim mesmo.
Eu vou me destruindo com o tempo
passando louco, nem olhei pra minha cara
de sono, amassada, meio entorpecida, meio
inchada daquelas gotas da madrugada,
jogo fora aquele sorri, mais uma vez
não consegui mascarar,
sou eu nessas linhas, que breve, breve
se apagará!

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Quantas Horas?!?

Quantas horas de felicidade você perde?!?
Já diz a música: '...é impossível ser feliz sozinho...' .
Então quantos Não você falou para algo
que nem era pra ser esse Não
mas foi lá e falou e depois viu que
se tivesse falado Sim não estaria doendo tanto?!?
Quantas horas perdidas em desavenças fúteis
quando se era pra estar juntos?!?
Quantos abraços recusados, mal dados, quando aquele poderia ser
o melhor que outrora?!?
Quanta coragem sufocada por reações alheias quando
se era pra estufar o peito e ser como quer
ou como se sente feliz?!?
Quantas horas em frente a uma tela quando era
pra estar ganhando mais sentido de vida
com compainhas que você sabe que lhe faz um bem maior quando por perto?!?
Muitos são os que preferem se fechar no seu mundo e esquecem
que agregar também é plantar coisas boas...
Esquecem que um dia talvez não esteja mais lá
que sempre tava lá.
Dê mais valor ao amor, a amizade, seja mais companheir(o)
de seu amor, amigos, vizinhos, domésticos,
diga um Oi, surpreenda,
faça o bem, seja o bem.
Todos andam na mesma avenida da vida, não seja só mais um que passou por ela.

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Noites Aqui

Olho e não escuto nenhuma zuada
tudo escuro só fluorescentes
e incadescentes estão nessa paisagem
tenho visto da madrugada a passagem
para o amanhecer é mais uma noite calma
não tem conversa nem o que fazer
eu aqui percebendo o silêncio do dormir
não há borcejo nem pra iludir
a insônia se apega as minhas
palpébras e não consigo fugir.

domingo, 30 de agosto de 2009

Batalhas

Existe Mil batalhas dentro de mim
que eu mesmo prefiro não ver
nem perceber quando ganhar
pra depois eu não me frustrar
e por vezes se alastra
chega a mudar
minha cara, minha fala...
Onde não sei quando começa
e nem se se pàra, é algo que não
desejo à ninguém pois só retalha.

sábado, 29 de agosto de 2009

De Repente

E eu que pensei que nunca iria falar
falei hoje sem nem reclamar
passei por cima das coisas que descrevi
do que sempre prezei em mim
foi tão rápido
quando vi já tinha falado
e a atenção foi uma das mais desejadas
calou minha boca com sua boca
juntaram-se as almas.

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

X

Hoje eu não estou pra música
Eu não estou essa mistura
Não estou essa formosura
Estou essa loucura
Essa ruptura.


E tenta se segurar no que não
é segurável...
Sente o imaginário...
Inopera o sono...
Desconduz a rotina...
E paralisa naquela já
paralisada vida.

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

O Que Seria?!

Todo dia eu tenho um pouco de agonia
anteontem fui pintora
ontem compositora
hoje escritora
e agora de madrugada
coveira de minha alma
meu ser muda em cada euforia,
a cada lágrima descida,
sorriso em pequenas coisas,
choro até de alegria,
me surpreendendo-me
não sei onde me conhecia.

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Coma Pensante

Esse escuro me lembra
a cor que reside no meu âmago
nas horas mais insaciavéis,
nada se contem
é ruim estar assim,
naufrágios infidavéis,
pareço um velho refem
de algo que sempre
que retorna me consome
mais e mais
que da ultima vez,
quando vai embora
me deixa em sequidão,
quando chega me desmorona,
é um coma pensante
dentro de mim.

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Percebendo O Sonho

Meu sonho é o real do que sinto,
por vezes sou feliz enquanto durmo
todo o meu desejo
se expande naquele mundo.
Mas muitas vezes me percebo
em tal grande alegria
que até prefiro acordar
pra não frustar
o resto do meu dia
pra depois não ter que dizer:
foi apenas um sonho
dentro da minha tarde vazia!

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Refazendo

Mais uma vez
chega dá tédio
em tentar inovar
se vai acabar desse jeito
é melhor ficar quieto
virar incrédulo do amor
as vezes as coisas
se viram melhor
pra quem destrói
dá certo pra quem quer muitas
é o cotidiano da vida de
quem não tá nem aí pra culpa.
Sempre há um bem a espera, pobre otário
esperar por quem só lhe quer por uma primavera.
O certinho bonzinho nem lembram,
esse adoeceu de tanto sentimento puro e
agora esse tal sentimento azedou
virou doce impuro,
se recupera sozinho,
tenta todo dia
viver mais uma hora,
ainda fica sentado
no escuro frio quarto e chora
mas cada gota é uma força
força que vai moldando seu novo muro
e assim desapegando cada vez mais
daquelas horas fatais, daquele mundo
que sonhou em ser o mais belo
que sonhou ser eterno.

Futuro

Quem não sofreu ainda não pôde desfrutar
da felicidade real, falta um pouco do viver
quem sabe um dia descobrirá
que a dor é de chorar, morrer.
E a alegria que vem depois
é bem mais doce é
algo que nunca se iguala,
felicidade nunca provada.

Querer Mais

Desejo o impossível porque todos os possíveis
não me levaram a nada.
Desejo o que a minha alma clama
e se chama pelo que ultrapassa do real
é porque nenhum sonho me é banal.
Desejo a vida por inteiro,
correndo atráz de tudo o que não for capaz.
Os obstáculos?!
É o que mais dá prazer em vencer
a cada um que passa me torno maior ser,
e isso também satifaz.

A Fraca Mais Forte.

Parei por parar

parei pra não chorar

parei sem querer

parei por querer

tudo me consumiu

fiquei com exaustão

andando encontro

migalhas de uma força

já sou conhecida dessa força

apesar que passamos um tempo

ausente mas volta e meia nos reencontramos

e eu como sempre a clamo: força seja minha força, por favor

ajude a essa reles moça.

Tem tempo que ela some, e eu fico preocupada tentando

contatá-la querendo enxergar

onde ela se esconde, mas também outros tempos ela chega

a ser meu codinome, não precisou de telefonema,email,carta,

eu a reencontrei quando

tornei-me fraca.

domingo, 19 de julho de 2009

Questão?!

Eu tenho um dúvida
dúvida que queima em mim,
na minha mente: continuo ou paro por aqui?!
ja parei tantas vezes,
abidquei,
fiquei no pior lado
e em um certo dia
respiro fundo e falo: continuo até o último minuto!
ja me julguei incapaz,
desejei paz,
e cansada do meu martírio
segurei o choro e falei: paro, não quero isso de novo!.
Mas o melhor é os feriados na mente
quando ela nada pensa sobre,
tanto faz,
não se indaga,
vive as horas e centésimos
como se não houvesse nada. Mas acaba,
a questão volta e
a semana da minha mente é:
dias de sim,
dias de não,
dias qualquer.

terça-feira, 30 de junho de 2009

Gosto Feliz

Teu lábios tem a cor das cerejeiras na primavera
e teus sentidos ficaram mais transparentes
que a água nascente de um rio
em nossa volta gerou cores
onde havia temores
brotou exuberantes flores
sentimos um gosto estranho
e abrimos sorrisos até para o nada
percebemos então que era
a felicidade do nosso amor
antes nunca provada.

quarta-feira, 24 de junho de 2009

fico aqui...
parada em frente a essa tela
e pra te ver é só por essas fotografias
esse cursor piscando
igual ao tempo passando
não me lembra
nem me faz dizer
nada do que queria

mas também se estou
perto de sua face
as palavras não acham lugar
pra você saber a verdade
apenas veja o brilho do meu olhar

ainda estou aqui
olhando a caixa de um diálogo
com a foto de perfeito ser
e eu com o mesmo pensamento
clichê: quero conversar, mas sei o que dizer.

queria te ajudar
fazer ao menos um pouco você sorrir
mas só o tempo é que vai nutrir
apenas me coube
continuar a escrever esses textos

é uma pequena amostra
do
meu apego

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Queria saber o que te faz ficar perto,
te encantar com meus escritos,
e te amar infinito.
Mas eu não sei nada disso
não sei conquistar você
que é rara de se ver
eu daria o melhor de mim
a cada minuto, criaria
surpresas, viajaria fundo,
e teu abraço iria me confortar
e eu seria seu lugar.

A mão que abre a janela é do mesmo par que apaga a lamparina
que acende uma vela e fica a escrever
o que na mente sobreviera
em minhas largas costas e sobre o meu coração
só o que aquece são metros de algodão,
os meus travesseiros eu quase não os uso para
meus membros, eles vivem na minha cama ao relento
é só para não perceber o que você deixou,
o que eu finjo não ser do meu lado...
o vácuo.
E os olhos ainda são os que ficam cintilados quando lhe vê,
e a mente esquece da dor que ja viu deles escorrer
e volta ao dia em que fomos a primeira vez
só eu e você.

sábado, 20 de junho de 2009

Parte de mim é tristeza
outra é alegria
de madrugada sou nostalgia.
E de encontro vou aos meus pensamentos assiduos que me
confudem e me torturam sempre
que me lembram a minha rotina
que a cada manhã creio que seja minha sina.
Aquela que ninguém gostaria
de sentir mas que sente por
espontânea pressão,
que não chega a se esvair totalmente
sempre volta, talvez seja consequente.
E de leitura em leitura
eu me esqueça da minha fartura bipolar humorizada
que não sou singular
que sou apenas como
escuto dizer: filha do lazer, contigo rio mais do que qualquer um.
A mim não me implica em ser,
também não me pertubo em saber,
ao menos sou ainda algum ser.

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Tangente

Passado que renasce no presente
algo que não morreu sobrevive das migalhas
que ainda se sente,
vai se fechando tudo e o novo e certo
não se consegue ver como seguro,
congelou o que se foi bem forte um dia,
está estagnado de um jeito errado,
não sobra esperanças de mudar
só se vê o medo de errar
mais uma vez se isso proliferar.

terça-feira, 2 de junho de 2009

Contro(L)vérsia

Entrei em casa e me deparei com a cadeira,
o computador
e a internet,
todos tinham ido dormir
e só restava
esses a minha espera.
Sentei e não usei a internet

fiquei olhando para aquele monitor
e constantemente mexendo para lá
e para cá tentando pensar no que me daria
vontade de fazer, foi quando caí em mim
e vi que faz um tempinho que não vejo o que fazer alí
na frente daquele pc e que ele não tinha mais aquele
tom de prazer que só me fazia perceber
que nada estava a minha espera.

sábado, 30 de maio de 2009

Essa longitude dupla está acabando comigo
eu não tenho mais o seu: pq?!
Não aparece mais as suas longas respostas,
nós já não temos as conversas de outrora.
Só nos vemos nos olhos entre fotografias
estamos de mudança e
você vai bem mais a frente
ja carregou toda a alegria
deixou eu ficar com a poesia
e a grande e triste saudade que não tinha.
Hoje me sinto pequena, em mim tudo me cabe
o pranto tá apertado e ele é a maior parte
às vezes não controlo e ele foge por cachoeiras
lacrimais e o que controlo sai por dentre
as digitais,
solitários sonetos, de alguém
que revive a cada dia
apesar do seu íntimo
estar um cinzento intenso.

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Inverno: Sob os olhos I

Ahh essas chuvas!!

Aos olhos do amante
são gotas de pétalas,
para ele ainda se enxerga
primavera.
Aos olhos do sofredor
são gotas de saraiva
caindo e lembrando
do que passou.
Aos olhos do que
nada sente
não se apercebe nada,
é só gotas de chuva
que cai sobre em
quem não há guarda.
Aos olhos dos que falta
telhado é algo que
se espera
mas sempre amendrotado.
Aos olhos dos que são classe A,
a moda é de esbaldar
ir pra casa com lareira
é o melhor lugar.

Ahh esse inverno!!

terça-feira, 19 de maio de 2009

Diálogo Entre Elas

Disse que voltou
tinha ido a padaria
falou-se 10 minutos
mas ultrapassou
falei que jantou
escovou os dentes
e nem me chamou
disse que foi
a fila de pessoas funda
como ratos em cima comida suja
isso desgasta a paciência
falou também do infernal calor
que só faltou o autor,
quer uma foto pra si
mas a auto-crítica
implica na mira
falou até de glúteo
quis comparar
ver o conjunto
tirou o incerto
acertou no protesto
mudou de assunto
falei que meu afeto por ela
é maior do que a altura dela
do que se vê
do que se crê
que se libera
acabamos a rir
começando
feliz.

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Introspecção

Queria sentir meu
eu em alguém, que
alguém me fizesse sentir como
faço as pessoas sentirem,
queria saber como é se apaixonar
por mim...Algo delicado??!
Algo inflamável??!
como é sentir minha falta??!
faço tanta falta assim??!
ou é algo sem perceber??!
ver em alguém como sou para
os outros, como é que faço bem a elas...

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Profusão De Pensamentos

Verdadeiro dia era toda alegria naquela volta,
quanto mais o tempo sara, o tormento pára.
Sem querer ir ver o dia deixou um pé
nas nuves outro de escolta, mas se desatinou
ao ver quem tava atrás do olho mágico
era o seu simples passado
carregando algo que não se definia pela retina,
olhou ao lado e meio distante
lembrou do que trágico e que antes
ele era o antes.
Não abriu a porta, reparou que foi embora,
viu que não era preso apenas
tentava manter um certo direito
sobre o seu esquerdo que andara em desconcerto.

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Pouco Medo

Noites de chuva intensa
desgasta minha coragem
em cada gota que cai
acorda o meu medo
fico vulnerável
não é mais segredo
me chamam de besta
por ficar assim mas
não ligo para o que dizem
ligo para o que sinto dentro de mim.
Existem muitos medos e o meu
é de relâmpago
tem gente que tem medo de avião no qual
eu não tenho, o negócio é saber
respeitar o sentir de cada medo
sem esculhambar e sim apenas ajudar
porque se me encorajares deixando o
meu medo pequeno eu também
poderei dar a minha mão quando
estivermos nos ares deixando
fugir o seu medo do pensamento.
Que o medo tenha medo de nós mesmos.

sexta-feira, 1 de maio de 2009

Estou aqui esperando amanhecer,
engraçado, eu passo o dia dormindo!
pra quê tô esperando ele me ver?!?
É que é mais uma noite de insana
insonia pra dormir de dia, assim
não me coloco a contar
os minutos que perdi
sem folia.

domingo, 26 de abril de 2009

Não quero ser a canção de meu sabor,
quero ter o sabor de ser sua canção.

__________________u_______________________u______________________

Sabe aquelas noites de intermináveis
nostalgias onde há dentro de você uma tristeza
e uma alegria?! Parece não passar
nem mudar, chega e incomoda
demora e vai embora
foi o surto da madrugada
a loucura do tempo
o irregular da vida
os desejos inevitáveis.
_________________x_________________________y______________________

Meses dentro de anos
e és a falta do meu dia
horas vão embora
e minha mente não te ignora
e nas madrugadas ressinto
o cheiro da tua pele
fico imóvel
fecho os olhos e deixo fluir o surreal
amanheceu
o dia veio
o real acordou
teu cheiro já foi
e o meu sonho pesado ficou.

terça-feira, 21 de abril de 2009

Dias Inteiros Pela Metade.

Se todas as vezes que eu me sinto assim
pudesse transfigurar o que eu sinto
talvez veria um dia sem cor,
uma noite esquisita,
as vezes sou o que minto
digo que estou zen, ou que sei bem,
mas sou apenas parte de um grande
teatro.
Um rosto novo a cada dia
dias de alegria,
dias de saudade,
dias inteiros pela metade!
sempre sabe-se o que foi
não se sabe o que virá
por isso apenas penso: Paz ao lamento
e um pouco de felicidade no pensamento.

domingo, 19 de abril de 2009


Viajar é um mar de aventura é procurar e achar sonhos perdidos ver o verde correr e sentir o cheiro do mundo trazido pelo vento. Tanto faz noite ou sol, lua ou chuva, viajar é ser profundo a cada ida e mais intenso a cada volta. É perspectiva de vida é ser turismólogo em cada avenida.

quinta-feira, 16 de abril de 2009

Ela tocou o silêncio se viu no desassossego
viajou no tempo da mente
ficou em desalento.
A lágrima desce pela alma,
não faz falta de ter falta,
queria sentira uma pulsação alegre
mas vive-se no tormento.

sexta-feira, 10 de abril de 2009

Sem Título...



Tá tudo escuro aqui paralisou a casa os cômodos, a sala. Não tem ninguém pra falar sumiu com quem se preocupar e o tédio se torna cada vez mais alto nesse chão. Não é por querer estar assim eu tenho reaver e só acaba na falta do que fazer. Tá tudo sem muro aqui modificou minha cara meus passos, a fala. Não tem ninguém pra proteger não tem ninguém pra se aborrecer ninguém pra chamar sumiu com quem andar e o tédio se torna cada vez mais palco da solidão.

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Enquanto a gente caminha
minha alma flutua sozinha
procurando um porto
pra iludir um pouco
pra distrair a solidão

Querendo ou não
estou só
vou vivendo
comigo em mim

Entornando mais uma garrafa
todos procuram graça
parece fácil aos olhos
mas pesa até os ossos
não acho explicação

Sou sincera
matem a tristeza
e a solidão
instruam o coração

Modificando a vida
tornem mais prazerosa
por mais que doída
assim se escapa
e a vida fica vívida

;;